Nomeações
Actor num Papel Principal – George Clooney (Ryan Bingham)
Actriz num Papel Secundário (2) – Vera Farmiga (Alex Goran); Anna Kendrick (Natalie Keener)
Realização – Jason Reitman
Melhor Filme
Argumento (Adaptação)

Ryan Bingham (George Clooney) tem um emprego particular: É pago para viajar de cidade em cidade para despedir pessoas que nunca viu na vida. Os chefes dessas empresas contratam-no para não terem de enfrentar as reacções dos seus empregados, com cujos comportamentos Ruan já lida perfeitamente.

Como adaptação ao seu trabalho, ele leva um estilo de vida diferente: todos os seus pertences estão na mala que leva consigo e a sua casa é o hotel onde fica hospedado. Escreveu inclusive um livro sobre isso, onde também defende que relações sociais apenas acrescentarão “peso à mala”.

O filme conta como Ryan leva a sua vida, e como a sua opinião em relação às outras pessoas começa a mudar. Uma colega de trabalho (Anna Kendrick) começa a acompanhá-lo nas viagens, e num dos hóteis conhece Alex (Vera Farmiga), com quem começa uma relação casual. Serão elas que o irão “ajudar” a mudar.

O filme, embora seja também uma comédia, toca num assunto sério: a crise em que vivemos, e o consequente desemprego. Ao longo do filme são-nos mostradas várias reacções de vários funcionários que são despedidos, a sua tristeza, o seu desespero, a sua apatia. E do outro lado vemos a formalidade e metodologia com que Ryan os enfrenta, fazendo aquilo que acredita ser uma humanização do processo.

No geral, o filme é um pouco calmo, sem muitos altos nem baixos a nível do ritmo. Mas é um filme inteligente, com bocados de cepticismo e sátira à mistura, sem esquecer o romance, comédia e tragédia.

Foca-se também muito em relações sociais: a sua importância e fragilidade, os balanços que podem haver. Mostra, da perspectiva dos outros personagens, como acham que a vida solitária de Ryan é triste. Ele próprio, que acreditava não precisar de ninguém, acaba por se aperceber que talvez não seja bem assim. Sem esquecer que todos os três actores merecem a nomeação.

Up in the Air foi realizado por Jason Reitman, que também já realizou Juno.

Nota: 80%

Trailer

Anúncios