Steven Spielberg já trouxe para as salas de cinema uma obra de Michael Crichton: “O Parque Jurássico”. Desta vez, põe os dinossauros de lado e dá vida a piratas.

“Pirate Latitudes” é a primeira obra de Michael Crichton a ser publicada após a sua morte (4 de Novembro de 2008) e trata uma aventura passada na costa da Jamaica a 1665.

Steven Spielberg conta com David Koepp, o mesmo argumentista de “Parque Jurássico”. O livro, que será publicado a 24 de Novembro deste ano, conta a história de uma infiltração em Port Royal, uma das cidades mais ricas do mundo, para atacar um galeão espanhol que carrega um enorme tesouro. Spielberg diz que sempre quis realizar o seu próprio filme de piratas, e aproveitou a história deste seu amigo para o fazer.

É sabido que a Disney está a planear o próximo filme de “Piratas das Caraibas” e “Pirates Latitudes” poderia significar concorrência. Mas a Dreamworks assegura que isso não irá acontecer, porque o filme de Spielberg se baseia na realidade, enquanto que o da Disney se desenrola à volta da sua fantasia habitual.

A amizade de Spielberg e Crichton vem já desde os anos 70. Juntos realizaram “O Parque Jurássico” e a série televisiva “Serviço de Urgência”.
«O Michael escreveu um livro entusiasmante que parece feito à medida para grande ecrã», afirmou Spielberg a respeito de «Pirate Latitudes». «Temos quase duas décadas de sólidas colaborações. Sempre que fazia um filme adaptado de uma obra dele sabia que estava em boas mãos. O Michael sentia o mesmo, e gostamos de pensar que ainda sente.»

 

Fonte:
Sapo

Anúncios