David Mamet (“The Unit”) encontra-se actualmente a escrever  argumento deste novo projecto. Diz que será algo diferente, e que visa contar a história de Anne Frank a partir de uma nova perspectiva, do ponto de vista do ritual de passagem de uma jovem rapariga.

A nova versão de “O Diário de Anne Frank” vai ser adaptada para os estúdios da Disney. Para este novo filme o realizador irá utilizar tanto o texto original, publicado em 1947 como também parte da versão de Albert Hackett e Frances Goodrichm que venceu 3 óscares em 1959.

Este livro é considerado um dos dez mais lidos em todo o mundo e foi recentemente incluído no registo “Memória do Mundo” da UNESCO. Anne Frank escreve sobre a sua vida e a da família, bem como sobre quatro outras pessoas, também judias, durante o período em que viveram escondidas num anexo para evitar a perseguição dos nazis. Frank morreu em Março de 1945 no campo de concentração de Bergen-Belsen. Foi o seu pai que, depois de receber o diário o decidiu publicar para mostrar ao mundo a vida cruel que muitos judeus sofreram: o constante medo.

Fonte:
Sapo

Anúncios