Hoje, dia 1 de Julho, um médico de Cardiologia do Hospital de São João, no Porto, está no terceiro dia da sua greve de fome, exigindo justiça a irregularidades que se verificam no interior do Hospital, onde permanece fechado numa das salas.

Segundo consta, Gilson Alves, médico em questão, afirma que «Desde o dia 18 de Março de 2009 que estou fechado num gabinete médico, totalmente esvaziado de funções, após ter criticado o meu director de serviço por me obrigar a submeter-me a horários desumanos (72 horas em 4 dias!) e por não seguir o programa de formação previsto na lei.» diz no seu blog.

De igual forma, Gilson Alves diz que o Conselho da Administração do Hospital de São João o tem assediado psicologicamente, fazendo uso dos recursos da instituição pública e abusando do poder que lhes é concedido e afirmando que não ficarão impunes!

 Para os interessados no assunto, que certamente irá gerar grande polémica, podem visitar o blog de Gilson Alves e acompanhar a sua greve de fome, que além de ser registada em entradas escritas também pode ser acompanhada através de 18 vídeos que já foram colocados.

 Fontes:
Greve de Fome em Directo
Anúncios